10 coisas que nunca deves dizer ao teu professor de dança

terça-feira, janeiro 13, 2015 Sílvia Oliveira 1 Comentário

| | |


Bailarinas em exercícios de barra
1. Quando é que a aula acaba? ou É hora da aula acabar. Estas questões/comentários são rudes e indicam que preferes estar noutro lugar qualquer. Se preferes estar noutro lugar então é melhor estares nesse lugar em vez de na aula de dança. O professor leva de forma muito séria o tempo que passa a educar-te. O professor ou a professora estão a tentar ensinar-te e tu deves estar atento nessa aprendizagem e não a olhar para o relógio.

2. Eu não estou a perceber. Esta é uma questão pouco inteligente. Sê especifico sobre o que não percebes. Precisas de ver o exercicio novamente? Não percebes a musicalidade dos passos? Não percebes a cabeça ou os braços? Não percebeste a correcção? Sê especifico e o teu professor terá todo o gosto em ajudar-te.

3. Estou a fazer isto bem? Se estiveres a fazer mal o professor vai dizer-to.

4. Olha para mim. O professor tenta olhar para todos os seus alunos na sua aula. Ele olhará para todos de forma igual e sim, alguns dos teus melhores momentos poderão não ser vistos. Tem orgulho em saber que os fizestes mesmo que o professor não os tenha visto.

5. Quando é que passo para a turma mais avançada? ou Quando é que vou começar a dançar com sapatilhas de ponta? Quando o teu professor achar que estás pronto ele dir-te-á. Estas questões não vão fazer com que o teu professor olhe para ti e diga: "Oh, esqueci-me completamente. Já era para te ter dito há 3 semanas atrás! Obrigada por me recordares!" Mais facilmente vais ter um: "Quando conseguires aguentar uma aula inteira com a barriga para dentro, sem que eu tenha de te estar sempre a recordar".

6. O que é que eu preciso de trabalhar mais? Muitos alunos e respectivos pais pensam que esta é uma boa questão para se colocar, mas que faz muitos professores ranger os dentes. Tu deves saber exactamente em que é que deves trabalhar com mais afinco se estiveres com atenção na aula. Deves saber quais as correcções que te são dadas com mais frequência e aquelas que são dadas na generalidade para benefício da turma. Uma conversa mais produtiva seria: "Professor, estes são os elementos que eu acho que devo trabalhar mais. Estou no caminho certo? Pode dar-me uma orientação em como eu devo abordar estas questões?"

7. Podemos fazer_________ hoje? Preenche o espaço. Esta pergunta levanta um sério problema ao professor. Os professores não querem esmagar o vosso entusiasmo, mas também não querem ser considerados um programa de escolhe-uma-música na rádio. Os professores de dança programam para cada aula o que querem que seja trabalhado naquele dia. A melhor maneira seria, no final de cada aula, os alunos dirigirem-se ao professor a perguntar se na aula seguinte poderão trabalhar este ou aquele elemento.

8. Pode vir mais cedo para me ensinar o que eu perdi na última aula por ter faltado? Os professores de dança, bem como outros profissionais de áreas similares, apenas são pagos pelas horas em que dão aulas
e não são obrigados a chegar mais cedo ou sair mais tarde para te ajudar. Quando o fazem, fazem-no de coração e pela vontade de te ver ter sucesso, pelo que deverás valorizar o seu tempo. Para mais, nunca pensarias em pedir a um professor de escola para vir mais cedo a ensinar-te o que foi dado na aula que faltaste. Um professor de dança não é diferente. O que fará um professor prescindir do seu tempo livre para te ajudar? Talvez algo como: "Professor, sei que faltei à última aula e peço desculpa. Pedi aos meus colegas que me ensinassem os novos passos da coreografia que perdi. Posso mostrar-lhos antes da próxima aula para garantir que os estou a fazer bem?".

9. Estou cansada. E é especilmente mau quando é dito com um ar de queixume. Pensarás tu que o teu professor não está cansado? Ele não se queixará a ti sobre isso. Eles estão na aula com um propósito: ensinar-te e tu também tens um propósito: aprender. Para além disso não é muito inspirador para um professor ouvir isso de um aluno, pelo que não terá motivação para trabalhar contigo se achar que preferias estar em casa a descansar.

10. Não consigo. Esta frase, enquanto professora, deixa-me "virada do avesso". No entanto percebo que esta frase é um género de código que pode significar 3 coisas: eu não quero, eu não tenho coragem para tentar, ou ainda não consegui perceber como. Quando os alunos dizem "eu não consigo", é mental para além da expressão verbal. Enquanto aluno, se disseres a ti próprio "eu não consigo", então literalmente não vais conseguir. Estás a limitar o teu potencial  quando usas essa frase.

1 Comentário

Hi I like this article very much Silvia. It would also be nice when a dance student decides to quit, that they do so in a polite way, i.e telling you truthfully why they have. As when you run a school you can´t please all your students and so it would be good to have some feedback and evaluation from your students hopefully before they hand in their notice! Samantha Jennings PGCE BA RAD RTS (lives in Portugal, from UK)